MENU

Unimontes é recredenciada para os próximos quatro anos

unimontesA Universidade Estadual de Montes Claros foi recredenciada por mais quatro anos. A decisão foi publicada nessa quinta-feira (8 de junho), no Diário do Executivo, do Diário Oficial do Estado “Minas Gerais”, em resolução assinada pelo secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Miguel Corrêa Júnior, com base no relatório de avaliação de comissão especial do Conselho Estadual de Educação de Minas Gerais (CEE-MG), que cumpriu visita técnica à Unimontes, em março último.

Conforme o relatório analisado pela Comissão, a Unimontes atendeu, “na íntegra, os requisitos estabelecidos pelo Conselho Estadual de Educação”, sendo “importante ressaltar que a Instituição cumpre seu papel no âmbito de sua responsabilidade quanto ao ensino, à pesquisa e à extensão (...) tendo como ponto forte a grande expansão dos programas de pós-graduação Stricto sensu da pesquisa e a amplitude dos projetos de extensão”.

Leia mais...

Norte de Minas Gerais terá R$ 93 milhões para enfrentamento da pobreza no campo

gCom investimentos estimados de R$ 93 milhões, o Governo de Minas Gerais está implementando ações para o enfrentamento da pobreza no meio rural do território Norte. Na região, cerca de 193 mil famílias rurais vivem em situação de extrema pobreza, segundo o Cadastro de Programas Sociais (CadÚnico). O valor previsto para ser investido neste ano é 46,5% maior do que em 2016.

Os números foram revelados no dia 25/5, em Montes Claros, durante a apresentação territorial do projeto Sementes Presentes – Alimento e Trabalho no Campo, um dos três eixos da Estratégia de Enfrentamento da Pobreza no Campo - Novos Encontros, coordenado pela Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese).

Leia mais...

Cientistas usam bactérias para ajudar plantas a resistir à seca

BACTERIASUm grupo de bactérias possui grande potencial para auxiliar plantas a sofrer menos os efeitos da escassez de água. Por meio de um trabalho inédito para agricultura tropical, pesquisadores da Embrapa Meio Ambiente (SP) descobriram que esses microrganismos conseguem reduzir os efeitos do estresse hídrico em soja, milho e trigo, além de propiciar maior crescimento dessas espécies vegetais.

A expectativa dos cientistas é viabilizar, no futuro próximo, o uso dessas bactérias para tratamento de sementes de diversas espécies agrícolas, principalmente em regiões com baixa precipitação pluviométrica como o Semiárido e para culturas muito sensíveis à seca. A ideia é fornecer células da bactéria para tratamento de sementes.

Leia mais...

Mais Notícias

  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8

Previsão do Tempo

  
  

Dados Meteorológicos

Cotações

Indicadores

sismos2


pesquisa e tecnologias


vitrine01


acoes seca

rodape 2

Vá para o topo